sábado, novembro 08, 2008

Razões para amar a Igreja


Neste fim de semana reflecte-se sobre a Igreja, aproveitando a celebração da Dedicação da Sede principal da Igreja Católica, a Igreja de S. João de Latrão.
Para isso resumi uum artigo que vi na internet, já não sei onde:

1. A Igreja nasceu do amor de Deus pelos homens. A primeira razão que me leva a amar a Igreja é que ela nasceu do sangue de Jesus Cristo. Como poderia eu amar a Cristo sem amar, ao mesmo tempo, aquilo pelo qual Ele deu a Sua vida? A Igreja – boa, má, medíocre, santa ou pecadora, tudo isso junto – foi e continua a ser a razão de Cristo se fazer homem e se deixar matar numa cruz.

2. A Igreja deu-me Cristo. Através dessa imensa cadeia de crentes – uns mais santos, outros mais pecadores – chegaram-me os seus ensinamentos e os seus sacramentos. A Igreja não é Cristo, bem sei. Ele é o absoluto, o fim; ela, apenas o meio. O cano não é a água que passa por ele, mas o cano é que me traz a água!

3. A Igreja tem muita gente boa. Que seria do mundo sem tanta gente que se entregou e entrega de alma e coração aos mais pobres e desprotegidos?! Há alguma outra instituição que tenha feito mais em favor dos que sofrem do que a Igreja? Foi também a Igreja que fundou os hospitais e as escolas. Conhecemos o que muitos autores antigos escreveram porque os frades foram fazendo cópias dos livros que se iam deteriorando. Muitas centenas de milhares de homens e mulheres da Igreja ainda hoje deixam o conforto das suas terras e famílias e partem para terras inóspitas para ajudarem os mais pobres.

4. A Igreja não é perfeita. Ela é composta por homens e mulheres, como tu e eu. Mas já viste que se ela fosse perfeita, não teríamos lugar nela!... A Igreja é medíocre por estar formada de pessoas como nós. Mas que seria se ela agora começasse a expulsar todos os que não fossem perfeitos?!...

5. A Igreja é a minha mãe. Gerou-me e continua a amamentar-me. Gostaria de poder dizer, como Orígenes, que "a Igreja arrebatou-me o coração. Ela é a minha pátria espiritual, a minha mãe e os meus irmãos". Não posso por isso deixar de a amar, apesar das suas imperfeições.

7 comentários:

jeff CH disse...

Would you like to have a pretty generous of brand-name handbags? Http://www.handbagsjobber.com/ surprise you, and a variety of styles everything, to meet the different needs of the people of the same taste.

Caros Amigos disse...

Somos a Igreja de Cristo: as pedras vivas do templo do Senhor.
Somos nós que a fazemos mais santa ou mais pecadora.

Ver para crer disse...

Tens razão, amiga. Somos nós que fazemos a Igreja santa ou pecadora.

Fausto disse...

A igreja não é perfeita. mas quem é perfeito senão Deus?!
Até os santos tiveram as suas imperfeições!!!

Fa menor disse...

Interessantíssimo!
... por acaso li no Amigo do Povo e só agora descobri que o autor é o mesmo :)

joaquim disse...

Padre amigo

Obrigado!

Uma das "descobertas" fundamentais da minha conversão foi a Igreja que amo cada vez mais.

Sem Ela não seria possivel o caminho que vou tentando fazer para Cristo, por Cristo e em Cristo.

Abraço amigo em Cristo

Maria João disse...

A Igreja somos todos nós ...

Pensemos nisso e na forma como a construímos e renovamos...


beijos em Cristo e Maria