domingo, abril 27, 2008

Surras nas esposas





Obrigado, PDIVULG, por me teres dado a conhecer estes "exemplares" discursos muçulmanos. Há uma diferença grande entre estas "pregações" islamitas e as "pregações" dos padres cristãos.
Acham os leitores possível um discurso destes feito em alguma igreja cristã?

9 comentários:

Anónimo disse...

Se não são discursos forjados para pôr no Youtube, então estamos num mundo completamente diferente do nosso.
Aqui, um discurso destes dava prisão com toda a certeza.

Joaquim Costa disse...

Ainda bem que hoje tudo vem à luz do dia. Vale a pena comparar o cristianismo e o islão. Para sabermos onde está a Luz de Deus.

PDivulg disse...

De facto como diz o anónimo pode ser uma tradução "forjada" mas sabemos bem como essas mentalidades encaram a liberdade e o respeito dos outros...

Anónimo disse...

Ah valentes!!!
E ainda justificam o dieito de bater nos mais fracos com a religião. Só se for a do diabo...

Anónimo disse...

Felizmente nem em particular se pode dizer o que estes"senhores" ensinam. Daria direito a prisão e ainda bem...

Anónimo disse...

O padre bem podia fugir. Nunca mais teria descanso.

Anónimo disse...

Gostava de comentar, mas... como não tenho experiência nem de um nem de outro...
fico calado... e pasmado.
FF

Ver para crer disse...

Pus aqui estes exemplos para todos vermos como temos obrigação de dar graças a Deus por sermos formados numa cultura cristã.
Obrigado pelos vossos comentários.

Ecclesiae Dei disse...

Puxa vida... que triste ter uma religião assim... e pensar que muitas mulheres, filhas de Deus, vivem essa opressão todos os dias, com a ajuda de uma religião... realmente é de ficar pasmo.