domingo, janeiro 29, 2006

Raoul Follereau

O amigo dos leprosos

Hoje é o Dia Mundial dos Leprosos. Foi Raoul Follereau quem sugeriu a sua instituição.
Ele dedicou com a sua esposa cerca de 50 anos da sua vida a esta causa.
E no seu testamento espiritual, deixou escrito:
"Nomeio minha herdeira universal a juventude do mundo. Toda a juventude de direita, de esquerda, do centro, de cima... o que importa? Toda a juventude, aquela que recebeu o dom da fé, aquela que se comporta como se acreditasse e aquela que pensa não crer. Só há um céu para todos. Mais a minha vida se aproxima de seu final, mais sinto o imperioso dever de repetir: somente com o amor salvaremos a humanidade e ainda: a pior desgraça que pode acontecer a vocês, jovens, é não serem úteis a ninguém e que suas vidas não sirvam para nada. O tesouro que vos deixo é o bem que deixei de fazer, que gostaria de ter feito e que vocês farão depois de mim...".


Ver mais em Mundo e Missão

5 comentários:

joaquim disse...

Os leprosos! Tenho ouvido falar neles. Sobretudo em certos evangelhos. E compreendo porque um homem como Raoul Follereau tem de ser exaltado. E le deu um passo de gigante para mudar a vida destes doentes.
Haja quem ajude os que continuam a sua obra!

xana disse...

E não se conhece melhor tesouro....



Um abraço amigo
e grato por este teu texto.

Pdivulg disse...

Bonito testamento!

xana disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Sonhadora disse...

"a pior desgraça que pode acontecer a vocês, jovens, é não serem úteis a ninguém e que suas vidas não sirvam para nada".

Nem mais! Não há nada pior que andar cá só por ver andar os outros....