terça-feira, novembro 21, 2006

Jesus teve mulher e filhos?


Esta é uma das perguntas que se tem repetido de há uns dois anos para cá. O livro e filme "Código Da Vinci» entre muitas outras coisas faz essa afirmação, escrevendo que Jesus teve filhos com Maria Madalena. E que a descendência de Jesus teria continuado ao longo da história e ainda hoje existiria.

Mais! A Igreja tudo fez e ainda hoje é capaz de tudo fazer para esconder tal verdade. Esta a tese que serve de substracto ao referido livro, ultimamente também convertido em filme.

Qualquer historiador sabe que isto não tem qualquer consistência histórica, como muitas outras coisas que Dan Brown inventou. Quando lhe perguntam onde foi buscar tais ideias, o escritor responde que o "Código Da Vinci» é um romance e, por isso, pode afirmar o que quiser. Trata-se de pura fantasia, mas o certo é que muita gente tem levado a sério as aldrabices que Dan Brown inventou contra a Igreja, caracterizando-a como a mais malvada das sociedades.

É uma desonestidade intelectual, pois o romancista escreve que fez uma profunda e variada investigação em museus e bibliotecas. Queria ver como reagiria este escritor se alguém escrevesse um romance sobre a sua família com tantas aldrabices e infâmias. Umberto Eco, romancista e historiador italiano de renome, já por diversas vezes o apelidou de desonesto. E não só ele.

Nos evangelhos em nenhum momento se diz que Jesus foi um homem solteiro, casado ou viúvo. Referem a sua família, a sua mãe, os seus "irmãos e irmãs", mas nunca a sua "mulher".

A tradição jamais falou de um possível casamento de Jesus. E fê-lo, não por considerar a realidade do matrimónio deformadora da figura de Jesus (que foi quem restituiu ao matrimónio a sua dignidade original, Mt 19, 1-12) ou incompatível com a fé na divindade de Cristo, mas simplesmente porque se conformou com a realidade histórica.

Alguns afirmam que entre os judeus o casamento era como que uma obrigação. Mas existem dados que confirmam que no judaísmo do século I se vivia o celibato. Flávio Josefo (As Guerras Judaicas 2.8.2 e120-21; Antiguidades Judaicas 18.1.5 e 18-20). Também Filão (De vita contemplativa) assinala que os "terapeutas", um grupo de ascetas do Egipto, viviam o celibato. Além disso, na tradição de Israel, algumas personagens famosas, como Jeremias, tinham sido celibatários. O próprio Moisés, segundo a tradição rabínica, viveu a abstinência sexual para manter a sua estreita relação com Deus. João Baptista tão pouco se casou. A maior parte dos apóstolos era também solteira. Portanto, sendo o celibato pouco comum, não era algo inaudito. E Jesus engrandeceu o celibato pelo Reino. (Mateus 19, 10-12)

27 comentários:

Eduardo disse...

O Código da Vinci é um romance. Não o podemos esquecer.
Muitas das críticas que lhe são feitas desapareceriam logo se se tivesse isto em conta.

João Moutinho disse...

Já se disse muita coisa sobre a sacratíssima vida de Jesus - não é só de agora.
Não devemos é dar importância a certas provocações que t~em como objectivo isso mesmo, o de chamar à atenção.

Ver para crer disse...

Obrigado, amigos, pelos vossos comentários.

Eduardo:
É verdade que se trata de um romance mas altamente acintoso para com a Igreja Católica e sobretudo a OPUS DEI.

João Moutinho:
Quando milhões de pessoas compram um tal livro - e muitos deles cristãos - há que fazer-lhes ver que se trata de puras aldrabices dum autor sem escrúpulos.

Um abraço para todos!

Maria João disse...

É mais uma coisa para afastar a mensagem mais importante de Deus:
"Amai-vos uns aos outros"




bjs em Cristo

joaquim disse...

Tens toda a razão, mas acho que já se deu demasiado "tempo de antena" ao Dan Brown o que deve ter redundado numa apreciável fortuna, que aliás era exactamente o fim em vista, com toda a certeza.
É romance, é romance, diz ele, mas não se coibe de apresentar dados supostamente históricos.
Pena é que muitos dos seus leitores sejam cristãos, como dizes muito bem.
Abraço em Cristo

mafaoli disse...

Esse livro deve ser lido como um romance de ficção e nada mais, toda a importância que se lhe dá é um exagero.
Penso que não há mal nenhum um cristão esclarecido o ler, eu própria já o li,(pois como catequista era questionada por muitos jovens catequizandos) e depois disso fiquei mais preparada para confrontar todas questões que punham em causa a religião cristã e a vida de Jesus Cristo.

Pdivulg disse...

Solteiro ou não, em nada altera a sua mensagem!...

Ver para crer disse...

Amigos:

Como decerto compreenderam, o que está em causa não é o facto de Jesus ter sido sempre celibatário mas sim as aleivosias que o autor levanta contra a Igreja.
É um romance concerteza. Mas mesmo num romance há que haver o mínimo de decência.
Levantei agora este problema, pois uma universitária desabafou comigo e com outras pessoas que muitas companheiras deixaram de dar catequese e de ir à Eucaristia após contactarem com o livro e o filme mencionados.
Dir-me-ão que sendo assim não se perde grande coisa pois não tinham uma fé e prática consciente.
Porém a grande parte das pessoas vive uma fé pouco sólida e temos de lhes fazer ver que não podem ir atrás de falsos profetas.

Ver para crer disse...

Será que os apóstolos eram mesmo solteiros na sua maior parte?
Alguém me pôs esta questão.
Tenho para mim que sim.
Mas que dizem os documentos bíblicos?
Quem me ajuda na resposta que me foi posta?

Joaquim Costa disse...

Tirando Pedro que tinha sogra, parece-me que todos os outros eram solteiros. Mas posso estar enganado e isso também não é importante para a questão em causa.

Anónimo disse...

Se os apóstolos eram casados ou solteiros, separados ou viúvos, não sei.
O que sei é que deixaram tudo e seguiram o Mestre. E depois foram pelo mundo como Jesus lhes pediu.
O resto é conversa que não interessa.
Quanto a Dan Brown, saiu-me um bom traste!!!

mafaoli disse...

Em Mt.8,14-15 e Lc.4,38-39 existe a referência da cura da sogra de Pedro. É natural que outros apostolos fossem casados. O Celibato dos padres apenas começou a ser uma exigencia a partir do sec.XII, pelo Concílio de Latrão em 1139. A exigência desta obrigatoriedade é, portanto, uma lei humano-eclesiástica.

antonio disse...

Dan Brown, inseriu no seu livro alguns erros infantis, para que o não pudéssemos levar demasiado a sério. Ele pretende publicidade mas não uma polémica séria com o Vaticano ou com qualquer outra autoridade nos assuntos que ele exorcizou.

O Código levou muitas pessoas a falar em Jesus Cristo e trouxe Jesus Cristo para dentro do nosso quotidiano; nos nossos empregos falou-se de Cristo no intervalo para o café (como se poderia ter discutido o último episódio da Floribela), mas esclarecidos ou não, Cristo passou a ser tema de conversa.

O que realmente importa é saber como devemos acolher essas pessoas, e como as devemos ajudar a encontrar também Cristo na sua Fé.

Sobre este tema recomendo: http://pt.jesusdecoded.com (na versão portuguesa).

Ver para crer disse...

Obrigado a todos pelos vossos comentários.
É muito importante que Cristo seja seguido para que o mundo tenha a paz e a salvação.
E penso que obras como a referida só afastam as pessoas.

João Moutinho disse...

É provável que a maioria dos Seus discípulos até fosse casado, não esqueçamos que para a época não era muito apropriado falar das mulheres. Neste aspecto Jesus foi literalmente revolucionário.
Também não me parece apropriado que a Sua Santidade O obrigasse ao celibato, se assim foi deveu-se às circunstâncias de não ter poiso fixo - opinião meramente pessoal.

Anónimo disse...

a dúvida em que eu realmente me encontro é a seguinte:
se Jesus engradeceu o celibato, será então, q nós deveríamos pensar em seguirmos esta idéia, ao invéz de nos casarmos?

realmente, agora estou em dúvida

Anónimo disse...

oque eu axo eh que se jesus tivesse filhos nd iria mudar! oque tem de mais? nao era por ser filho de Deus que ele nao poderia ter constituido uma familia. Alias, esta escrito q Deus o mandou como ser humano, e como ser humano ele teria todo o direito de se procriar. oque realmente vale eh q ele foi uma pessoa maravilhosa capais de amar a todos, e se escolheu maria madalena eh pq talves ela tbm pudesse amar , talves nem tanto como ele, mas pudesse.

Anónimo disse...

ACREDITO QUE JESUS, CASOU, NAMOROU, COM M MADALENA OU OUTRA MULHER E TEVE FILHOS SIM. ERA UM HOMEM NORMAL, SIM. ERA REVOLUCIONARIO, LIDER, INTELIGENTE, CAPAZ... DESCEDENTE DE LINHAGEM REAL, SIM. O QUE NOS DEVE IMPORTAR É A SUA VISÃO DE HUMANIDADE, AMOR, FRATERNIDADE, IRMANDADE,A ISTO DEVEMOS NOS APEGARMOS. EU, VOCE, NOS NÃO ESTIVEMOS VIVENDO ÁQUELA EPOCA, GERAÇÃO; HOMENS INTELIGENTES E ATÉ COM INTERESSES PESSOAIS OU GRUPAIS, FIZERAM, REDIGIRAM A HISTORIA DE JESUS AO BEL PRAZER. AS IGREJAS GANHAM, ARRECADAM FORTUNAS DE DINHEIROS, VENDENDO O NOME DE JESUS. O POVO ATUAL VIVE EM GUERRAS, FOMES, MISÉRIAS, DOENÇAS, DESASTRES ETC... E OS FALSOS PREGADORES DA MENSAGEM DE CRISTO, CADA DIA MAIS MILIONARIOS FICAM. PORQUE EXISTEM REGISTROS ESCRITOS POR TANTOS ANTEPASSADOS E SOMENTE JESUS NÃO DEIXOU NADA ESCRITO? ELE ERA ANALFABETO ? ORA BOLAS!!! GENTE JESUS FOI UM GRANDE LIDER E SE DEIXOU ESCRITOS E REGISTROS, QUE A IGREJA NOS MOSTRE. NADA É MAIS VERGONHOSO, DO QUE ESTAS IGREJAS MAFIOSAS Á ENGANAR O POVO. O POVO, EM PLENO SECULO 21, AINDA SE DEIXA ENVOLVER POR PALAVRAS DE HOMENS TÃO MARGINAIS E CORRUPTOS, PIORES QUE AQUELES DA EPOCA DE CRISTO. ABRA O OLHO MEU IRMÃO. VEJA CRISTO DENTRO DE VOCE E PRONTO. SEJA FELIZ, FAÇA O BEM, AJUDE AO TEU PROXIMO, DE EMPREGO, TRABALHO, SAUDE, AMOR, VIVA A VIDA SEGUNDO A SUA IDÉIA DO CRISTO AMOR!!! NÃO DE VALOR AS PALAVRAS DE CAFAGESTES PROFETAS FALSOS. SE CRISTO, NASCEU, CRESCEU, ESTUDOU, VIVEU, AMOU, NAMOROU, CASOU, MORREU... NÃO TEM IMPORTANCIA... EU O AMO, DA MINHA MANEIRA E TÃO SOMENTE DA MINHA MANEIRA. ELE É MEU AMIGO, CONSELHEIRO, PAI, AMOR, AMOR... QUE O VERDADEIRO CRISTO ESTEJA SEMPRE DENTRO DE VOCE. UM ABRAÇO CARINHOSO. rapeli13@ig.com.br

o fiosofo disse...

Meus caros, historicamente, Jesus teve uma mulher e uma filha. Todos os indicios historicos levam a crer isso. Ainda que a igreja nao aceite, temos provas disso nos evangelhos gnosticos, e talvez em documento escrito por cristo que se chama "documento Q". Nisso até a igreja concorda.
Meus amigos, vocês ja pensaram os impactos causados se o mundo descubrisse que a maior historia ja contada na verdade é a maior historia inventada! Seria uma crise de Fé, e a igreja iria perder grande parte dos seus fiéis, logo, todo seu capital.
Cristo foi um grande homem, e é nosso dever imita-lo. Se o mundo inteiro seguisse a doutrina do jovem da Galiléia, seria um mundo melhor, porém o homem é falho, todo homem. Para que o celibato? Também este foi uma criacao da igreja para que a sociedade permanecesse Patriarcal e nao Matrircal como era antes... Seminarista Felipe Catao

celino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Casado ou solteiro ele é o filho de Deus que mudou a hostoria da humanidade e se todos seguissem seus ensinamentos a vida da humanidade seria outra.vejam a situação do mundo, ja viram a diferença entre o que servi a Deus e o que nao servi? quem servi a Deus e segue os ensinamentos de Jesus tem outra vida vive em outra dimensão. Porque e praque se preucupar se ele foi casado ou nao? sigam os seus exemplos e sua vida será melhor façam como eu fizceitei a Jesus seus ensinamentos ele mudou a minha vida.

Anónimo disse...

podem me achar um louco, mas tenho estudo tudo sobre o catolicismo e a ciencia. pelo qe estudei ate agora reparei que muitas coisas nao fazem sentido. uma das descobertas a qual eu dou mais valor e que o maximo qe usamos do cerebro e 20%, entao eu pensei se com 20% fazemos tudo isto com 100% talvez conseguissemos controlar outros corpos ou objectos. sera que jesus o usava por completo conseguindo assim fazer os maravilhosos milagres e ate mesmo ressuscitar??? sou um puto com 12 e tudo aquilo que sei e apenas uma gota de agua de toda aqela qe existe.

Anónimo disse...

Sim Jesus teve filhos.
Agora a Sara do Código Da Vinci é uma ficção.
Ela não era filha de Jesus.
Era filha de uma etíope, que foi serva de Madalena.

Os gnósticos dizem que os dois filhos de Jesus, estão inclusive citados nos evangelhos,
Mas os evangelistas, não escreveram que eles eram filhos de Jesus, apenas mencionou os nomes dos filhos de Jesus.

Colocando- os como seguidores e testemunhas da fé em em D-us e JESUS.

Anónimo disse...

Sim.
Inclusive com mulheres diferentes.
Segundo os gnósticos teve 4 filhos.
Com uma mulher da mesopotamia de , teve João (esse João não era o apostolo)
Com Maria Madalena teve Lucas e Marcos.
Com uma mulher etiope teve Sara.

Anónimo disse...

Sim.
Inclusive com mulheres diferentes.
Segundo os gnósticos teve 4 filhos.
Com uma mulher da mesopotamia de , teve João (esse João não era o apostolo)
Com Maria Madalena teve Lucas e Marcos.
Com uma mulher etiope teve Sara.

Anónimo disse...

Me desculpa" mas se Dan Brown, saiu se um bom traste! Hum" imagina os ivangelicos, que usam o nome de Cristo para ganhar dinheiro nas costa de pobres de mente fraca,. Jesus deixou alguns recados: maldito seja o homem q confia em outro homem... Viestes ate nos falsos profetas,.. E sobre dízimo, vc não tem q da 10% do seu dinheiro, apenas uma contribuição basta. Q deus lhe abençoe.

Anónimo disse...

eu tenho 14 anos e desde sempre me enterecei por leitura, mas apenas comecei a ler romances aos 12 anos.
Bem, digamos que eu nunca me considerei católica, nao acredito em Deus e não é para ofender ninguém mas simplesmente o cristianismo nao me cativa... estive a ler Dan Brown ultimamente, incluindo livros como anjos e demonios, o simbolo perdido, inferno, e mais recentemente o dito e falado Código da Vinci. tenho a dizer que achei o livro bastante interessante como os outros e se toda aquela historia de Jesus, maria madalena, santo graal... la la la... é verdade, isso eu nao sei.
andei a ver uns sites e algumas coisas sao verdadeiras e estão comprovadas, nós é que nao queremos "deitar fora" mais de 2000 anos de crenças e tradições e troca-las pelo que realmente É. Eu sei que sou nova mas acho que a verdade tem de ser divulgada. cada vês mais a igreja esta a perder fies a olhos vistos. para mim, o meu deus é a ciência. essa sim, esforça-se para que as pessoas possam viver o maximo de tempo possivel. se estou errada ou nao... la isso é comigo, mas deixo aqui a minha opiniao de qualquer das formas. desculpem se estou a ofender algumas pessoas mas, como eu disse, eu nao me considero catolica. se estou errada, peço desculpa. se quiserem leiam tambem "o ultimo segredo" do portugues josé rodrigues dos santos, que é do genero de Dan Brown.