quinta-feira, novembro 30, 2006

A ignorância é atrevida!


Não sei se algum dos meus leitores alguma vez teve que aturar uma criatura como a que vou apresentar neste post.

- Os católicos brincam com a bíblia. O que Deus lá escreveu está escrito e ninguém pode mudar – começou por me dizer com cara de poucos amigos.

– Mas porque é que diz isso? – perguntei-lhe.

- É que quando a Bíblia fala na possessão diabólica, o senhor diz que isso tem de ser interpretado à luz do que se pensava ao tempo sobre as doenças nervosas ou lá o que é. O que lá está escrito é o que Deus lá pôs ou mandou pôr. Não é para agora cada um interpretar a seu jeito.

– Olhe lá – perguntei-lhe – acha que se deve levar à letra o que Jesus diz: «Se a tua mão ou o teu pé te levam a cair em pecado, corta-os que é melhor entrar maneta ou coxo no reino do Céus do que ir parar ao inferno com ambas as mãos e pés? E se os teus olhos te fazem pecar, lança-os fora, pois é melhor salvar-se sem os olhos do que ir com eles para a geena do fogo?»

Pensei que se desse por vencida, mas aquela "santa" arranjou logo uma explicação:


– Aí é bem de ver que Deus não quer que todos fiquemos cegos ou sem pés ou mãos! Mas a Bíblia é para levar a sério, sem falsas interpretações...

Percebi que não valia a pena discutir. Estava diante duma católica que só o era porque ainda não lhe tinha aparecido alguém de uma seita cristã fundamentalista. Mas atirei-lhe em jeito de despedida:

– Sabe que Jesus foi criticado duramente pelos fariseus por curar ao Sábado? Diziam que a Bíblia proibia fazer qualquer trabalho ao Sábado! E Jesus disse-lhes: «O Sábado foi feito para o homem e não o homem para o Sábado». Sabe o que é que Jesus queria dizer com aquilo?

A resposta veio de imediato:

– É que Jesus queria substituir o Sábado pelo Domingo!...

O leitor já se terá apercebido de que esta é uma daquelas pessoas com quem dialogar é perder tempo. Pensam saber tudo e têm a resposta na ponta da língua. Pensei que gente desta já não fazia parte da nossa igreja. Mas enganei-me!

15 comentários:

jcosta disse...

Ó alma danada!...

Caros Amigos disse...

Há gente para tudo!
Mas (não sei se é esse o caso) se calhar são os primeiros a transgredir o amor ao próximo. E não sei se o amor a Deus...

Em contra-corrente disse...

Volta e meia aparecia-me uma pessoa parecida à que conta.
Só que era uma Testemunha de Jeová.
Era pior que uma carraça.
Entretanto desapareceu, sem dizer nada.
Mas olha que até senti a sua falta...

Anónimo disse...

Testemunha de Jeová ior que carraça?!
Não sei se será pior que uma não sei quê que me moe o juízo

caminante disse...

Caro amigo, es el mismo Benedicto XVI -no es textual- quien nos dice lo mismo. Y San Jerónimo: Desconocer las Escrituras es desconocer a Jesúcristo.
No pretendo enseñar lo que tú muy bien sabes. Es un simple comentario.
Un fortísimo abarzo.

malu disse...

Quer ver que é a mulher do chefe? O chefe tem tanto defeito, que esse pode ser mais um (penso eu de que....)

Mas que eles os há, Ver para crer.

Anónimo disse...

Olha que essa mulher é esperta!
Não se deixa ir em cantigas.

antonio disse...

Deus na sua infinta bondade não deu seguramente aos Católicos o exclusivo da sua revelação, nem condenou o resto da humanidade às trevas. Acredito que Deus se possa dar a revelar de outras formas e em outras religiões.

Quanto à criatura em questão, ela acredita em Deus: é um começo.

Cabe-nos saber acolher aqueles que podem caminhar, ao seu ritmo e de livre vontade, em direcção a Deus. Acredito que a Igreja Católica nos dá essa comunhão em plenitude.

Mas os Jeovás também são pessoas de fé, como lidar com elas e com os que, acreditando em Deus, atacam os católicos, é um desafio que eu gostaria de estar à altura de responder. Mas sinto-me por vezes pequenino!

Invoquemos pois o Espírito Santo para que sejamos sábios nas nossas respostas, sem nunca fecharmos a porta, nem desistirmos.

Um abraço em Cristo.

Ver para crer disse...

António:
Ela acredita até demais. Como se DEus estivesse a ditar a Bíblia, palavra por palavra.
Às vezes falta a paciência para aturar pessoas assim.

/me disse...

É, são muito literais na interpretação da Bíblia, mas só quando lhes interessa. Esses sim são os da religião "à la carte". :P Haja pachorra...

joaquim disse...

Caro "Ver para crer"
Vai assim, porque não sei o teu nome.
Realmente há muita gente que ainda não percebeu que a Biblia não deve ser entendida literalmente e que, muitas vezes leva as suas posições ao extremo.
Mas a verdade é que, se calhar ainda não tiveram ninguém que tivesse a paciência para lhes explicar essa realidade.
É que às vezes é preciso muita paciência, algum tempo, ouvir primeiro e argumentar depois.
Já ouve muita gente que pensava assim e mudou de opinião, porque lhes foi devidamente explicada a Palavra de Deus.
A verdade é que em relação às "possessões diabólicas", hoje pensa-se e acredita-se, (também acredito que sim), que muitos desses casos relatados na Biblia seriam efectivamente doenças psiquicas/nervosas, mas também é facto que o diabo existe e actua.
Não sou eu que o digo, são catequeses especificas de Paulo VI, João Paulo II, apenas para citar estes Papas.
Muitas vezes ao negarmos isso, (e não sei se esse foi o caso), estamos a dar uma ideia errada sobre a existência de problemas que poderão ser resolvidos com oração e intercessão.
Outra coisa diferente é ter o "diabo na boca" e atribuir-lhe tudo o que é mau, tudo o que é mal.
Em certos sitios realmente fala-se mais do diabo, do que de Jesus Cristo!
Quanto às Testemunhas de Jeová quem não teve já de as "aturar", mas não julguemos para não sermos julgados.
Mas que há gente "chata" e teimosa lá isso há!!!
Perdoa-me a extensão do comentárioe se em alguma coisa não entendi o que querias transmitir no teu texto.
Abraço em Cristo

Jaquim da Horta disse...

Sinceramente o que me deu mais graça no teu texto foi o título.

Esse seu temor é curioso, porque eu, Testemunha de Jeová, também não pude deixar de achar piada a algumas afirmações da parte dessa dama.

Sinceramente tenho pontos de vista diferentes do seu, como outros que aqui passam, mas espero não lhe ter tirado a paciência!

Temos muito a aprender de Saulo, afinal este irredutível era pior que chato: era assassino. Mas quando Cristo Nosso Senhor lhe "abriu os olhos" (neste caso fechando-os) e este caiu em si, redireccionando seu o zelo, que apóstolo para as nações este se tornou!
Deu-nos o exemplo de como passar de irredutível a humilde, que legado este o de S. Paulo.

Ver para crer disse...

Amigos:
Este meu desabafo tem a sua justificação.
Há pessoas que acham que têm sempre razão, mesmo que não tenham bases nenhumas para afirmar isto ou aquilo.
A isto se chama fundamentalismo.
Discutir com tal gente é perder tempo (e não só.
Por exemplo: há pessoas que acham que os católicos adoram as imagens.
Dizer-lhes que não, que apenas as consideram meios de chegar a Deus, é o mesmo que estar calado.
Este exemplo vem a propósito do santo que hoje se celebra, na igreja católica e nas igrejas ortodoxas - S. João Damasceno. Viveu no século VII e VIII. Uma das coisas que ele teve de combater foram os iconoclastas. E é considerado um dos grandes doutores da Igreja.

Em contra-corrente disse...

Ontem alguém me mostrou um folheto que anunciava para breve a destruição da religião falsa.
Não li o texto, mas decerto a religião falsa é a católica.
O grupo religioso que publicou tal acha que tem a verdade toda. Apesar dos poucos anos de existência. Será que Deus esteve a dormir durante séculos e só revelou a verdade aos fundadores de tal seita?
Será que todos os outros ainda hoje andam nas trevas?!
Acredito que é presunção a mais de tais senhores.

João Moutinho disse...

Por cá continuo, e sem cortar mãos pés, olhos ou pedaços do cérebro.
Curiosamente a Bíblia até será recente, se excluirmos o Pentateuco. Foi escrita na Babilónia por volta do ano 300 A.C.
Se alguém quiser fazer alguma correcção sinta-se à vontade porque sou bastante falível.