sábado, dezembro 17, 2005

Deus não te vai perguntar

Quando fores julgado


Deus não te vai perguntar que tipo de carro costumavas guiar, mas vai-te perguntar quantas pessoas que necessitavam de ajuda tu transportaste.

Deus não te vai perguntar qual o tamanho e beleza da tua casa, mas vai-te perguntar quantas pessoas ajudaste a ter uma casa para se abrigar.

Deus não te vai fazer perguntas sobre as roupas do teu armário, mas vai-te perguntar quantas pessoas ajudaste a ter com que vestir.

Deus não te vai perguntar o montante dos teus bens materiais, mas vai-te perguntar como os usaste.

Deus não te vai perguntar quanto dinheiro te veio parar às mãos, mas vai-te perguntar se tu comprometeste a tua honra para obtê-lo.

Deus não te vai perguntar quantas promoções recebeste, mas vai-te perguntar de que forma tu ajudaste a promover os outros.

Deus não te vai perguntar quantos amigos tinhas, mas vai-te perguntar para quantas pessoas foste amigo.

Deus não te vai perguntar o que fizeste para proteger os teus direitos, mas vai-te perguntar o que fizeste para garantir os direitos dos outros.

Deus não te vai perguntar se as pessoas gostavam de ti, mas vai-te perguntar se gostavas delas.

Se você quer ser feliz para sempre, pense nisto!

Whit Criswell

6 comentários:

Anónimo disse...

Bom texto para nossa meditação!
Lembra-nos o capítulo 25 de S. Mateus.

JAC disse...

Tema que merece reflexão por parte de todos…

Estamos f...idos!

http://sal-portugal.blogspot.com/2005/12/estamos-fidos_12.html

Tenebroso e Indigno

http://sal-portugal.blogspot.com/2005/12/tenebroso-e-indigno.html

Sal de Portugal – JAC

Merry Chris disse...

Feliz Natal :)

Em contra-corrente disse...

Vi e gostei.
Sim, amigo Ver para crer, todos temos que dar contas a Deus. E não é a riqueza exterior que nos salva mas o cumprimento da Sua vontade.
Bom Natal para si e sua família!

Ver para crer disse...

Contra a corrente, obrigado pela visita. Vou linká-la.

Pdivulg disse...

Ai... estamos todos tão mal...