terça-feira, dezembro 13, 2005

Ainda os crucifixos

Bispos pedem bom senso

Reunido na manhã desta terça-feira em Fátima, o Conselho Permanente da CEP (Conferência Episcopal Portuguesa) analisou o tema da retirada dos crucifixos das escolas do país e pediu «bom senso» de todas as partes diante da medida.

Os bispos defenderam um sistema de laicidade que respeite os símbolos religiosos e não que os elimine, refere Agência Ecclesia.

Em declarações à agência portuguesa, Dom Carlos Azevedo, secretário da CEP, esclarece que «esta é uma questão de respeito para com uma dimensão religiosa e cultural dos cidadãos».

«O debate, sereno ou mais acalorado, que tem ocorrido nestes últimos dias, é muito proveitoso», considera o prelado, esperando que o mesmo ilumine «qualquer decisão sobre este tema».

Este responsável assegura que «a Igreja Católica não vai exigir que os Crucifixos permaneçam nas escolas, porque não foi ela quem exigiu que eles lá fossem colocados».

«Aqui há uma questão de bom senso, em cada comunidade educativa, e não pode haver um grupo de pessoas que se dê à inquisição das escolas que têm ou não crucifixos para denunciar esse fato ao Ministério», acrescenta.

Para o futuro, refere o secretário da CEP, é necessário «que se tenha em conta a realidade das comunidades educativas, os problemas que lá existem ou não, o que levará a que se respeitem, retirem ou acrescentem símbolos religiosos».

«As pessoas devem habituar-se a viver na tolerância, num verdadeiro regime de laicidade, que é um regime de respeito para com os sistemas religiosos e não de apagamento dos seus símbolos, como parece ser o sistema laicista», afirma.

8 comentários:

surpreso disse...

Acho que os bispos tiveram bom senso neste comunicado.
Sem ferir, foram exigindo respeito pelos símbolos e cultura do povo.

Nova Evangelização disse...

[...]

Pois é, embora a moral cristã não mude, e muito menos a Palavra de Deus, há quem pense erroneamente que sim, que se pode adaptar aos nossos tempos, etc./etc...

Mas não nos deixemos influenciar por este mundo-cão em que vivemos, cheio de miséria moral/espiritual e corrupção, a "abominação da desolação"...

Só N. S. Jesus Cristo nos pode salvar, ainda que, eventualmente, através da Santíssima Virgem Maria e dos Santos, como S. João Baptista, tal como consta, aliás, no Símbolo dos Apóstolos, o Credo de Niceia...

E ai quem despreza (rejeita ou renega) o Crucifixo, ou a Cruz de N. S. Jesus Cristo, como desgraçadamente está a acontecer agora, mais do que nunca, em Portugal, à semelhança do que, desgraçadamente já aconteceu noutros países menos cristãos, ou mais ateus!...

Como?! A Cruz de Cristo, ou Crucifixo, já não é um Símbolo Cristão, o mais importante dos símbolos católicos, mas apenas um mero... "sinal cultural", ainda com menos valor/significado que a... bandeira de nacional??!!

Se fosse um leigo que proferisse tal barbaridade - que brada aos Céus! -, ainda compreenderia ou desculparia, enfim...; agora, um bispo de Portugal, o porta-voz da... CEP??!!


Aonde chegámos, meus Deus!
"Perdoai-lhes, que eles não sabem o que fazem"!...

Abraço natalício para todos.
José Avlis

Nova Evangelização disse...

Caros Irmãos

Actualização do meu comentário anterior, com referência à retirada de Crucifixos...

+++ +++ +++

Apesar de ninguém ter-me aconselhado a modificar/alterar o quer que seja em relação à crítica supramencionada (que considero relativamente justa), sobre os Crucifixos, tomo, porém, a iniciativa, após uma melhor ponderação, do seguinte:

- Onde digo "barbaridade", mudo para "incoerência";

- Onde digo "que brada aos Céus", omito esta frase;

- Onde digo "Perdoai-lhes (Senhor) que eles não sabem o que fazem", deixo ficar, mas apenas em relação aos que retiram tão injustamente os Crucifixos das escolas...

Detesto fazer críticas duras em relação a uma qualquer pessoa leiga (ainda que com bastante fundamento e justificação), mas sobretudo, por motivos óbvios, em relação a um bispo, ou até mesmo a simples presbítero, pois, graças a Deus, tenho por todos eles profundo respeito, ainda que, como por vezes infelizmente acontece, tais clérigos tenham certos comportamentos lamentáveis, menos dignos ou menos correctos, ao ponto de escandalizarem relativamente outras pessoas, sobretudo certos cristãos/católicos mais sensíveis...
Parece-me, no entanto, que não é minimamente e felizmente o caso do Sr. Bispo em referência...

Santo e feliz Natal para todos.
José Avlis

Caros Amigos disse...

Acho que fizeste bem em retirar alguns termos menos próprios do teu comentário. Os bispos já têm muito quem os critique mesmo fora da Igreja. São pessoas que podem errar mas que têm mesmo de usar de uma certa diplomacia para que não haja guerras por coisas de tão pouco valor.

Também um santo Natal para todos!

Surpreso disse...

Quem não respeita sequer uma posição tão eqilibrada do Conselho Permanente dos bispos é porque pensa como tantos protestantes: «Eu é que sou o iluminado de Deus; os que não pensam como eu no que diz respeito à Fé estão no erro»!

Mas a quem é que Jesus deu o poder de governar a Igreja?!

Pdivulg disse...

Para ser respeitado tem de se ser respeitado, parece-me uma resposta sensata e equilibrada o que nem sempre acontece...

Anónimo disse...

Não gostei do comentário de nova evangelização. Não por ser contra a retirada das cruzes mas por ser muito crítico contra a posição dos bispos.
O fundamentalismo não leva a nada de construtivo. Nem vindo dos laicistas nem dos cristãos integristas.

Anónimo disse...

EU GOSTAVA DE CONHECER PESSOAS LIGADAS A DEUS....COM QUEM POSSA ME IDENTIFICAR....ADOROLISBOA