sexta-feira, outubro 10, 2008

Um Homem com maiúscula


Não é fácil encontrar na democracia portuguesa um Homem que melhor tenha sabido servir a Pátria e desse modo o interesse do Povo Português do que o General Ramalho Eanes. Já no regime anterior tinha posto o interesse público acima dos seus próprios interesses.
Militar de carreira, Eanes encontrava-se em serviço em Angola aquando da revolução do 25 de Abril. Aderiu ao Movimento das Forças Armadas e, regressado a Portugal, foi director de programas e nomeado presidente do conselho de administração da RTP, até Março de 1975.
Em 1975 foi nomeado General, e dirigiu as operações militares do 25 de Novembro desse mesmo ano, contra a facção mais radical do MFA. Em 1976 foi eleito Presidente da República, sendo reeleito em finais de 1980.

Há uns 15 dias foi noticiado pelos jornais que Eanes tinha recusado o recebimento de retroactivos da reforma a que tinha direito e que só agora passa a receber, por ter sido corrigida uma anomalia criada por uma lei de 1984, do governo de Mário Soares. E era mais de um milhão de euros!

Num tempo em que os ricos só pensam em ter cada vez mais e tudo parece ser feito em função do dinheiro, num país onde os governantes parecem só ter em vista os seus próprios interesses e os do seu grupo, onde há um fosso cada vez maior entre os ricos e os pobres, com reformas públicas escandalosas e obscenas, a atitude do General Eanes é um exemplo ético que merece ser realçado.

Outra das suas recusas foi a promoção a marechal, posição a que ascenderam os anteriores generais que foram Presidentes da República, como Spínola e Costa Gomes.
Não queremos, por isso, deixar passar em branco, estas nobres atitudes de um Militar e Político que admiramos.

6 comentários:

Filomena disse...

Grande Homem!!!

Joaquim costa disse...

Este é um militar e político que admiro imenso. E por muito boas razões.

Anónimo disse...

Ramalho Eanes não conheço. Mas tem a minha admiração por não querer o que por direito lhe pertencia.

Em contra-corrente disse...

Estou de acordo em dar os parabéns a este homem. É puro e desinteressado.

O Selvagem de Huxley disse...

Quando estes homens morrerem, vamos ficar enterrados em Sócrates, Santanas Lopes, Zapateros e Baracks Obamas.

O futuro não é risonho.

Anónimo disse...

Sim é um Homem com um H muito grande mas por ser unesto de certeza aina vai ser prujudicado por isso.