quinta-feira, janeiro 10, 2008

Ao terminar o Natal



O quarto Rei Mago

Todos conhecemos os três Reis Magos. Mas nem todos sabem a história de Artaban, o quarto mago, que passou a vida à procura de Jesus e só o encontrou quando Ele estava a ser crucificado. É uma lenda linda que nos revela uma criatura cheia de bondade e fé que também viu a estrela brilhar sobre Belém, mas sempre chegava atrasado aos lugares onde Jesus poderia estar, porque encontrava pobres e miseráveis a precisar da sua ajuda.

Primeiro desencontrou-se de Melchior, Gaspar e Baltasar, porque lhe apareceu um homem meio morto no caminho, a quem o coração lhe pediu para ajudar.

Chegado a Belém, teve de comprar a vida de uma criança que estava para ser assassinada, às ordens de Herodes, dando ao soldado que a encontrara uma das pérolas que levava para oferecer ao Menino Jesus.

Sabendo que José e Maria tinham fugido para o Egipto, pôs-se a caminho mas Jesus já havia regressado a Nazaré. Quis ir lá adorá-lO mas um escravo ia ser levado à força para as galés e Artaban achou que era melhor oferecer-se para esse trabalho.Depois de trinta anos de trabalhos forçados chega a Jerusalém. É tarde demais, o menino já se transformou em homem e está sendo crucificado naquele dia.

O rei havia comprado pérolas para Cristo, mas precisou vender quase todas para ajudar as pessoas que encontrou em seu caminho.

Sobrou apenas uma pérola – e o Rei Mago pensa com ela comprar a libertação de Jesus. Mas encontra uma mulher aflita a ser levada por uns homens. E salvou-a, oferendo uma pérola aos atacantes.

Agora já nada mais pode fazer. Nem uma pérola lhe resta para resgatar Jesus.
– Falhei a missão da minha vida – pensa o rei mago.

Mas neste momento, escuta uma voz: – Ao contrário do que pensas, tu estiveste comigo durante toda a tua vida. Eu estava a morrer e tu me resgataste. Tu me livraste da morte quando acudistes àquelas pessoas necessitadas. A tua caridade para com os pobrezinhos foi a melhor pérola que me podias dar. Muito obrigado por tantos presentes de amor!

Esta lenda formou-se na Idade Média. E por ela se vê, que se entendia plenamente que amar o próximo é amar o próprio Jesus.

7 comentários:

Joaquim Costa disse...

História muito ilustrativa do que é a Lei de Cristo.

PDivulg disse...

Nunca ouvi tal história mas é sem dúvida uma bela lição de vida...

joaquim disse...

Também nunca tinha ouvido este conto.
Está lá tudo dito!
Abraço em Cristo

Marlene Maravilha disse...

Estou com problemas técnicos para retornar, mas agradeço-te o carinho no meu blog. Com certeza pra tudo tem um tempo determinado nas nossas vidas, e eu aguardarei com calma este hiato, como falou meu amigo Claudio, do blog Ouça bem, esta semana.
Prometo ler com calma teu post.
Que Deus abençoe!

Ver para crer disse...

Esta é uma história antiga, como podemos ver através da procura na internet. Basta procurar por "O quarto rei mago".
E é muito sigificattiva como dizeis.

Maria João disse...

Vamos ser todos o quarto mago????


beijos em Cristo

Catequista disse...

Tem graça as coincidências da vida. No outro dia, num dos encontros da catequese uma menina falou-me do 4º Rei Mago, história contada pelo pai, e que eu não conhecia.
É uma verdadeira lição de vida que se tira desta lenda.

Beijos