domingo, janeiro 21, 2007

Declaração que posso subscrever


Vale a pena conhecer a declaração de Luís Marques Mendes. presidente do PSD, sobre o aborto:

«Na verdade, a vida humana individual não pode ser considerada nunca um meio ou instrumento. É sempre um fim em si mesma. É um valor superior a todos os outros, anterior e superior à própria lei e ao próprio Estado. A liberdade é certamente um valor muito importante, mas tem um limite absoluto que é o respeito pela vida dos outros seres humanos.

Não ignoro, é certo, o problema social que é o aborto clandestino. Conheço-o e sou muito sensível a esse drama. Penso, todavia, que esse mal, que já foi reduzido em relação ao passado, se deve combater, como todos os males sociais e económicos, com medidas enérgicas, sociais, educativas e económicas. Será o caso da protecção da natalidade e da família, do planeamento familiar, da educação sexual dos jovens ou do incentivo à adopção de crianças não desejadas.

Sei bem que este é um discurso recorrente e que, apesar disso, muito há ainda a fazer. E não desconheço que, nesta matéria, todos os Governos têm prometido muito e realizado pouco.

Mas, fora esta responsabilidade que todos devemos partilhar, a questão central é esta: numa correcta hierarquia de valores a escolha só pode ser defender a vida, não destrui-la.

E não se diga que esta é uma tarefa difícil.

Também é difícil combater a corrupção, mas combatêmo-la. Não a legalizamos.

Também é difícil combater o tráfico de droga, mas combatêmo-lo. Não o legalizamos.

O mal combate-se. Não se legaliza. Por maioria de razão, quando o bem a defender é uma vida humana.»


Ler a totalidade da declaração aqui

5 comentários:

Marlene Maravilha disse...

Tudo o que o homem plantar, ele colherá com certeza. Este foi um dos principais princípios biblícos que aprendi na minha vida. Gosto do texto desta questaõ.
Obrigada por visitar-me. Logo colocarei em ordem minhas visitas também. Que Deus te abençoe.
beijo cá do outro lado do oceano

caminante disse...

Me parece muy acertada la posición del Sr. Marquez. Es claro en su razonamiento, aunque no en la totalidad.Le felicito por la valentía.
Leí completas las declaraciones. Aquí la claridad ya no es tanta.
No puedo estar de acuerdo con la jutificación del aborto en algunos casos. El aborto es siempre un crimen. Es la eliminacion de una persona humana.
Otra cosa muy distinta es la comprensión,el no condenar...a quien la madre que lo practica. Condenemos el hecho, nunca a la persona.
Defendamos la vida, creemos redes de asistecnia para las madres en dificultades...No nos lamentemos, pongamos soluciones.
Ser a favor del aborto es ser racista y prepotente.
Un fortñísimo abrazo.

Pdivulg disse...

Finalmente um rosto conhecido sem ser conotado à Igreja Católica deu a cara pela defesa da vida. È que o debate até agora quase que parecia centralisado entre cidadão e a Igreja do outro lado, até que finalmente um político assumiu dar a cara pela defesa da vida. Ainda bem.
O texto diz tudo assino por baixo, a corrupção não se legaliza para acabar...

Maria João disse...

Também a subscrevo. Já agora vê www.assimnao.org.

beijos em Cristo

Lai disse...

Muito bem dito!!
Hoje em dia é precico ser-se muito corajoso para defender os valores da VIDA!!

DTA
Lai