sexta-feira, setembro 26, 2008

Testemunho magnífico!


Um grupo de religiosas da congregação das Irmãzinhas dos Anciãos Desamparados que partiu no ano passado de Valência para fundar uma casa de acolhimento em Chissano (Moçambique) conta-nos que no caminho para Chissano, encontraram-se com uma rapariga duma localidade africana, após «verem ao longe que algo se movia rente ao chão». Elas constataram, para sua surpresa, que era uma jovem».
«Pudemos estabelecer uma conversa com ela através de uma senhora que passava por ali e que nos traduziu o que ela nos relatava em dialecto changana. A Olívia, era esse o seu nome, ia para a Missa, o que fazia todos os domingos, embora fosse deficiente e tivesse de ir de rastos. Era assim que se deslocava nos 4 quilómetros de caminho da sua casa à igreja.
As religiosas conseguiram comprar-lhe uma cadeira de rodas e hoje essa jovem de 25 anos é uma das suas protegidas.

Este testemunho da Olívia faz-nos vir à memória o que responderam alguns cristãos da Abitínia aos seus algozes que os acusavam de transgredir a lei que proibia a sua participação na Eucaristia: «nós não podemos viver sem o domingo». Provera a Deus que os cristãos de hoje ainda pudessem dizer o mesmo com verdade!
Nos nossos dias, muitos cristãos com facilidade se dispensam da participação na Missa dominical, arranjando desculpas fáceis para esta falta. Ele é o cansaço do trabalho ou a falta de meio de transporte, ou mesmo, o que é pior, a falta de sentido do mistério que se celebra.


Não admira, pois, que a vida de muitos baptizados pouco ou nada tenha a ver com o que Cristo pregou e pelo qual deu a vida. E que o nosso mundo esteja a sofrer de graves enfermidades.
É preciso sacudir as consciências para que este mundo seja salvo.

10 comentários:

Em contra-corrente disse...

Bom testemunho, sem dúvida.

Anónimo disse...

Coitada da rapariga! É o que se chama ter força de vontade de ir à missa, mesmo sem poder.
Mas como Deus dá sempre a paga, a Olívia recebeu-a ao ser acolhida pelas irmãs.

Anónimo disse...

Coisa diametralmente oposta se passa onde eu vivo: 5 Missas dominicais, com 50 a 80 pessoas cada uma... Só falta ir celebrar a casa e às horas que mais convenha,
havendo outras igrejas a uma ou duas paragens de autocarro ou metro, vinte minutos ou dez ou menos a pé.
FF

Ver para crer disse...

FF:
Nas zonas antigas das cidades, outrora muito habitadas, há muitas igrejas e de grande valor artístico e histórico. Mas a pouca gente que lá vive é idosa.
Não se pode pois esperar que a procura de Celebrações seja grande. E quando a oferta é muita, alguém há-de ficar mal.
Na baixa de Coimbra passa-se o mesmo. Muitas missas e pouca gente. A excepção é Santa Cruz, que tem cinco missas com igreja cheia à semana e quatro ao domingo.
Urge pois que os celebrantes se deslocalizem.

joaquim disse...

Pois é, quanto mais temos, menos "aproveitamos".

Um testemunho assim toca os corações e a Europa está tão precisada de testemunhos vivos de vida cristã.

Abraço amigo em Cristo

osátiro disse...

Rezemos pelos católicos perseguidos no Paquistão.

Notícias de:
"Zenit O Mundo Visto de Roma":

Paquistão: cristãos vivem atemorizados e em constante ameaça [2008-09-01]



Papa a bispos do Paquistão: colocai Eucaristia no centro [2008-06-19]

Ser cristão no Paquistão «é muito difícil», diz arcebispo [2008-06-18]
Bispos paquistaneses se encontram em Roma para a visita «Ad limina»

Quarto trabalhadores da Cáritas Paquistão gravemente feridos em atentado [2008-03-11]
O cardeal Maradiaga, presidente da Cáritas, expressou sua «profunda tristeza»



Paquistão: «a comunidade cristã sente-se muito insegura e ameaçada» [2007-12-13]


Aumenta fundamentalismo islâmico no Paquistão [2007-11-15]
As minorias religiosas sofrerão ulteriores violências, denuncia Fides

Cristãos no Paquistão: vítimas de discriminação e perseguição religiosa [2007-08-21]

osátiro disse...

Exemplo vivo para todos nós!
Tem um lugar garantido na vida eterna!

Anónimo disse...

A deslocalização está na moda. Há que aprender com as multinacionais.

Kephas disse...

Pedido on-line para revogação da Lei do Aborto

http://www.gopetition.com/petitions/revisaoleiaborto.html

Pf assinar e divulgar

Anónimo disse...

http://markonzo.edu It is a very good thing, ashley furniture price [url=http://jguru.com/guru/viewbio.jsp?EID=1536072]ashley furniture price[/url], vqdrayl, allegiant air verdict [url=http://jguru.com/guru/viewbio.jsp?EID=1536075]allegiant air verdict[/url], pxpdnb, pressure washers info [url=http://jguru.com/guru/viewbio.jsp?EID=1536078]pressure washers info[/url], iuwfe, dishnetwork blog [url=http://jguru.com/guru/viewbio.jsp?EID=1536080]dishnetwork blog[/url], 166, adt security preview [url=http://jguru.com/guru/viewbio.jsp?EID=1536076]adt security preview[/url], mywpuc,