quarta-feira, dezembro 20, 2006

Quando Deus fecha uma porta...


A descida do Filho de Deus à terra, fazendo-se homem, vem provar-nos que Deus nos ama acima de todas as outras criaturas. E ama sobretudo os pequenos, os fracos, os pobres.
E mais: ensinou-nos que fazer bem a esses necessitados da nossa ajuda é como se fosse feito a Ele.

Há quem pense que um deficiente, que tem de ser englobado nesta categoria de pobres, é um peso para a família e para a sociedade e por isso nem sequer devia nascer. Mas quem lida com gente assim sabe que também eles amam a vida.

Vem isto a propósito de um vídeo que encontrei na internet sobre a vida de Tony Melendez . Este homem nasceu sem braços. Já tinha ouvido falar nele mas uma coisa é ouvir outra coisa é ver.



Agora imagine: sem braços e ainda assim guia um carro... Mas não só isso: toca guitarra também. E sem qualquer braço artificial. Parece impossível! Tony nasceu na Nicarágua e hoje é músico consagrado nos Estado Unidos, para onde se mudou com seus pais com um ano de idade, em busca de ajuda médica para corrigir um defeito num dos pés. Na gravidez, sua mãe fez uso do medicamento talidomida, o que provocou a deformidade física. Mas Tony não deixou que a falta dos braços o impedisse de viver. E viver com alegria. Jamais permitiu que a limitação física lhe tirasse o prazer de cantar. Desde muito pequeno começou a tocar algumas notas musicais com os pés e logo descobriu que poderia afinar a guitarra de forma a atender sua necessidade. Aos 18 anos Tony já tocava e cantava em eventos especiais, e fazia sucesso. Mas ele não canta, apenas. É compositor também. Aos 25 anos, Tony teve a oportunidade de tocar guitarra com os pés e cantar para milhares de jovens, na presença do papa João Paulo II, na cidade de Los Ângeles, no ano de 1987. Desde aí ficou a ser conhecido em todo o mundo.


E quem diria?! Tem uma vida que muitos invejam. E também casou e tem dois filhos adoptivos.
Há tempos um jornalista perguntou-lhe: "Que mensagem o Tony Melendez daria àqueles quem têm algum problema na vida e estão tristes?" «Nunca percam a fé! Quando Deus fecha uma porta, abre sempre uma janela!...»

5 comentários:

Contra a corrente disse...

Obrigada pela visita.
E também Bom Natal para ti!

Pdivulg disse...

Belo exemplo aqui apresentado de coragem de viver... Feliz NAtal!

antonio disse...

Este tema diz-me muito. A minha esposa trabalha com miúdos com necessidades educativas especiais, que este governo pretende que voltem a ser chamados de "deficientes", num retorcesso de décadas...

O conceito em si, não passa por chamar um nome diferente à mesma coisa, mas de impor uma atitude: aquela de quem vê no outro um permanete manancial de crescimento. De quem vê no outro uma obra/criatura de Deus, tão amado como só Ele o sabe fazer.

Aquele que na sua diferença me ajuda a crescer, a ser mais tolerante, a lidar melhor com as contrariedades e a saber amar ainda mais.

Um Feliz e Santo Natal.

pedro aurelio disse...

Olá bom dia.
Venho passando por aqui para desejar um rico Natal e um Prospero Ano Novo,
Com muitas bênçãos do nosso Sr. Jesus Cristo.

Desde já me despeço de ti, e desejo muitas felicidades.

Caro Irmão será que me pode adicionar no seu blog o meu link para que o meu blog possa cada vez ser mais visto.
Será que posso link o querido Irmão no meu.

Felizes Natal
E
Bom Ano 2007.

entre-aspas disse...

Quantos de nós temos tantas vezes dito: "não posso, não consigo".
São exemplos como este que sem dúvida exercitam a fé de todos nós.

Entrentano... tem um bom Natal!